quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Perdida


Estou caindo e sinto que sozinha não conseguirei sair desse abismo que aprisiona minha liberdade. Olho para cima, o céu azul fica cada vez mais distante, o ar, o vento percorrendo minha face já se tornava uma sensação distante, o sorriso e a alegria eram um passado distante que parecia impossível acontecer novamente. Tento encontrar uma solução, mas tudo parecia ter fugido de minhas mãos, a única coisa que via era enormes blocos de terra ao meu redor tentando me esmagar, sem nenhum sinal de como sair dali, o ar se tornava cada vez mais raro, meus pulmões faziam um enorme esforço para absorver o máximo de oxigênio que o ambiente permitia. 
Uma lembrança foi resgatada do fundo do meu pensamento. Uma cruz pregada, com uma pessoa derramando seu sangue pelos meus pecados, a dor, e as feridas que percorriam seu corpo eram tão profundas que faziam com que eu também sentisse aquela agonia, sua cabeça abaixada levanta e com seus olhos ternos e gentis Ele me da esperanças que tudo passaria, porque ele já tinha pagado o alto preço e agora estava ali com as marcas de seu sacrifico cravadas na mão, apesar do lugar ser extremamente escuro e inabitável ele continuava ali do meu lado me dando um novo sentido para viver, eu pude sentir isso a partir do momento que permiti que isso acontecesse.
As areias dos meus olhos saíram com um sopro suave e eu pude achar uma saída. Quando finalmente me vi longe daquele abismo pude ver o sol aquecer minhas esperanças por um amanhã melhor, curiosa olho para o abismo, percebo que era um pequeno buraco insignificante e que a saída estava todo tempo na minha frente, mas eu estava preocupada demais com os problemas para enxergá-la. Tudo seria melhor dali para frente, porque apesar das dificuldades o homem com as mãos perfuradas estaria me dando à luz para encontrar a saída e ânimo para ir atrás delas.
                                
Juliana Santiago

P.S: Se você esta passando por um momento difícil peca ajuda a Jesus, Ele lhe ajudará a achar a solução e lembre-se: A noite é sempre mais escura antes do amanhecer.

6 comentários:

  1. Que lindas palavras, Juliana. O primeiro paragrafo senti bastante. Sua descrição tá ótima.
    Enfim, amei o texto.
    :*

    ResponderExcluir
  2. nosss juh perfeito..!
    obg por postar sobre isso estava precisando ler sobre isso..!!
    os problemas realmente nos cegam.
    bjuss

    ResponderExcluir
  3. lindo, lindo, lindo e a mais pura verdade... Ele sempre está conosco mesmo quando pensamos que não. oun, também te amo, Juh, obrigada amiga (l) a sua "ausencia" não influencia na nossa amizade!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do que escreveu!
    Parabéns, ficou muito bom mesmo! :)

    ResponderExcluir

Todas as perguntas serão respondidos e visitas retribuidas.
obrigadah pelo comentário, eles me ajudam a prosseguir.
**